IPECACUANHA

IPECACUANHA

 IPECACUANHA

(Callicocca ipecacuanha, Cephaelis emética, Cephaelis ipecacuanha, Ipecacuanha brasiliensis, Ipecacuanha disenterica, Ipecacuanha fusca, Ipecacuanha officinalis, Psycotria ipecacuanha, Uragoga ipecacuanha).
 
 
FAMÍLIA: Rubiáceas.
 
OUTROS NOMES: Ipê-caa-coene, ipecacuanha-canela-da-menor, ipeca, poaia, poaia-cinzenta, poaia-verdadeira, poaia-das-boticas, raiz-do-brasil.
 
DESCRIÇÃO: É um arbusto que medra nas matas brasileiras, principalmente nas dos Estados de Amazonas, Goiás e Mato Grosso. Altura: 35 cm, aproximadamente. Folhas opostas, ovais, lanceoladas, verdes. Flores de cor branca. Fruto ovóide.
Há diversas espécies de Ipecacuanha.
 
USO MEDICINAL: A raiz é emética em alta dose, e expectorante em pequena dose. Emprega-se o chá do cozimento da raiz, com bons resultados, contra bronquite, coqueluche, disenteria, garrotilho. Tóxica em grande quantidade.
 
PARTE USADA: Raiz, por decocção.
 
DOSE: 10 gramas para 1 litro de água; uma xícara por dia. Toma-se o chá aos goles.

Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.